Madrugada

E as madrugadas que não tem seu seu fim. 5:10 da madrugada. Frio, com música. Tanta coisa que penso. Tanta saudade que sinto. Fez um mês, um mês. Eu queria mais. Eu tenho planos, planos longe de hoje. Planos. Eu só queria mais um mês, ou um sorriso. Continuar nessa madrugada, não dormir, não acordar. Hoje, houve frases, risos, trechos de músicas, tudo para melhorar este dia. Só quero dias como este sem fim. Eu falo de duas pessoas. De dois corações. De dois homens. A cama gelada, sendo iluminada pela luz do luar.

Anúncios

4 Respostas to “Madrugada”

  1. Das coisas que não se explicam (?) e não se faz preciso.

    Hoje novamente. Sem freios.

  2. Madrugada, frio, música…

    = belos textos.

    Bjss.

  3. Como o Daniel disse: Madrugada, Frio, Música e acrescento-lhe insonia. Ah, ninguém fica acordado a noite inteira porque é legal….só as vezes…rssrs..
    Texto muito bom sim!
    Abraços Marcella. Aqui tá frio, nem parece nordeste.

  4. Comenta no meu também :P
    aeueheaueae

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: